Presidente Braulio França

Presidente Braulio França
Federação Paulista de Culturismo, Fitness e Bodyfitness

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Feliz Natal e um próspero ano novo!!!


Entramos hoje em recesso na IFBBSP voltando somente dia 12 de janeiro!

Desejamos a todos um feliz natal e próspero ano novo!

2016 será repleto de competições preparem-se desde já... e o Brasileiro será em São Paulo em uma única etapa em Julho!

Sigam me no instagram @brauliopinduca @ifbbsp 

Julgamento dos atletas Natalie C. R. dos Santos e Tiago Anderson Celli

ATA DE ASSEMBLEIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA


PROCESSO Nº 11/2.015.
DENUNCIADA:
Srª . Natalie Carolina R. dos Santos
Infração aos artigos: 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD)

Auditores:
1)      ­­­­­­­­­­­­­­­­­­Presidente: Dr. Luciano Marques;
2)      Relator: Vicente Pires de Oliveira;
3)      Auditor: Renan Brunhari Mattioli;



Aos onze dias do mês de dezembro de dois mil e quinze, às 14h30min o Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da IFBB Brasil, abaixo assinado, dá por instaurada a presente sessão de julgamento, estando presentes a procuradoria do STJD, a advogada dativa Drª. Fabiola de Curcio Garnica, inscrita na OAB/SP sob o nº 268.236, ausente a denunciada. Presentes os auditores supra-nomeados, passando a palavra ao Auditor Relator deste processo disciplinar, o qual passou à leitura da denúncia.
Após a leitura, foram exibidas as provas acostadas aos autos.
Como não havia provas complementares a serem produzidas pela Procuradoria ou pela Defesa, foi passada à procuradoria, que ratificou os termos da denúncia.
Em seguida, dada a palavra à advogada dativa. Requereu inicialmente inépcia da inicial por não estar embasada em prova condizente. Postulou pela reclassificação da infração, para o artigo 258 do CBJD e, ao final pediu a absolvição completa do denunciado ou, alternativamente, sua condenação às penas mínimas previstas para o artigo 258 do CBJD.
Em seguida foi proferido o voto do relator.
Ato contínuo, votaram os demais auditores.
A atleta foi, por unanimidade, condenada a suspensão por duas partidas, provas ou competições e multa no valor de R$300,00 (trezentos reais), com base no artigo 243-F do CBJD.
Após, foi dado por encerrado o presente julgamento pelo Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Fisiculturismo.


___________________________
Luciano Marques

OAB 358.250

ATA DE ASSEMBLEIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA 

PROCESSO Nº 10/2.015. 
DENUNCIADO: SR. TIAGO ANDERSON CELLI 
Infração aos artigos: 2.2, 2.6, 2.7, 2.9 do Código da Agência Mundial Antidopagem (WADA) e 234, 243- A e 258-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) 

Auditores: 
1) Presidente: Dr. Luciano Marques; 
2) Relator: Renan Brunhari Mattioli; 
3) Auditor: Vicente Pires de Oliveira; 

Aos onze dias do mês de dezembro de dois mil e quinze, às 14h30min o Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da IFBB Brasil, abaixo assinado, dá por instaurada a presente sessão de julgamento, estando presente a procuradoria do STJD, ausente o denunciado. Presentes os auditores supra-nomeados, passando a palavra ao Auditor Relator deste processo disciplinar, o qual iniciou a leitura da denúncia. 

Após a leitura, foram exibidas as provas acostadas aos autos, sendo estas compostas de vídeos e cópias de documentos. 

Como não havia provas complementares a serem produzidas pela Procuradoria, a palavra foi passada à procuradoria, que ratificou os termos da denúncia. Em seguida foi proferido o voto do relator, que segue anexo. Ato contínuo, votaram os demais auditores. 

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA Fisiculturismo 

O atleta foi, por unanimidade, condenado às penas de suspensão por 4 (quatro) anos com base no artigo 2.2 do Código WADA, sendo este responsável pela absorção das penas previstas para o artigo 2.6 do mesmo códex; suspensão pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias com base no artigo 234 do CBJD, acrescido de multa no valor de R$10.000,00 (dez mil reais); multa de R$10.000,00 (dez mil reais) com base no artigo 243-A do CBJD; absolvido das denúncias relativas aos artigos 2.7 do Código WADA e 258-D do CBJD; e, por maioria, vencido o relator, condenado a suspensão por 4 (quatro) anos com base no artigo 2.9 do Código WADA. Determinaram os auditores que o valor das penas de multa aplicadas seja direcionado à Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, para ser utilizado como fomento às políticas de combate à dopagem, especialmente através de instrumentos educativos. 

Após, foi dado por encerrado o presente julgamento pelo Presidente da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Fisiculturismo.
 ___________________________
 Luciano Marques OAB 358.250

A Confederação Brasileira de Musculação, Fisiculturismo e Fitness, representada pelo seu Presidente Sr. Mauricio de Arruda Campos, vem através deste, comunicar que realizará no período do Arnold Classic Brasil, um evento destinado aos dirigentes, árbitros, atletas, técnicos e interessados com o objetivo de informar, esclarecer e difundir as diretrizes do esporte na visão da IFBB e IFBB Brasil para 2016.


Tema: Diretrizes para o Fisiculturismo e Fitness IFBB em 2016
Data: 30 de Março de 2016 (Quarta-feira que antecede a pesagem)
Horário: das 13:00h às 18:00h
Local: Hotel Grand Mercure (dentro do Rio Centro – local das competições)
Vagas: Limitadas
Inscrições: a partir do dia 10 de Janeiro de 2016
www.ifbbbrasil.com.br

Valores: Atleta inscrito na competição: R$ 50,00
Atletas não inscritos: R$ 100,00
Dirigentes, árbitros e técnicos: R$ 150,00
Interessados: R$ 200,00

Profissionais:

DR. RAFAEL SANTONJA
Presidente IFBB (à confirmar)
As diretrizes do esporte e da IFBB para 2016

PAWELL FILLEBORN
Diretor Internacional de Arbitragem IFBB
As diretrizes internacionais da arbitragem – o que os árbitros querem!

PROF. MAURICIO DE ARRUDA CAMPOS
Presidente IFBB Brasil e Diretor Internacional do Comitê Antidoping IFBB
As diretrizes do Programa Antidoping na IFBB.

ANDRÉ PIERIN (PAJÉ) E DIANA
Diretores Nacionais de Arbitragem IFBB Brasil
Poses – como mostrar os que os árbitros devem avaliar e fazer a diferença nos palcos